Fernando Braune nasceu em Nova Friburgo, Estado do Rio de Janeiro, em 1957. Graduado em engenharia Química pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), paralelamente passou a fazer inúmeros cursos relacionados à história da arte, crítica e filosofia da arte. Em 1983 com uma mochila e seu material fotográfico realizou uma viagem de 40 dias pelo Brasil, tendo início em uma vila de pescadores em Cabo Frio, até o norte do Piauí, percorrendo todo o sertão nordestino, Minas Gerais e retornando ao Rio, dando origem à sua primeira exposição individual “Aqui Brasil”, no Centro de Artes de Nova Friburgo. A partir daí, se inicia um ciclo de geração de imagens que até hoje vem se desenvolvendo ininterruptamente. Em 1999 é selecionado Pela “Seleção Nacional de Portfólios FUNARTE” (Rio de Janeiro), onde realiza a sua primeira instalação fotográfica, utilizando materiais como linhas, tecidos e materiais orgânicos misturados às imagens fotográficas, com clara influência da poética de Bispo do Rosário e Edmilson.

 

Seguem-se várias instalações fotográficas, sempre com impressões fotográficas em tecidos e utilização de diversos materiais do cotidiano, recontextualizados em suas novas ambientações fotográficas. Em 2004 é convidado para estar à frente da curadoria do evento “Olhares Fotográficos” na Usina Cultural de Nova Friburgo, reunindo renomados fotógrafos e artistas visuais de todo o país para realização de palestras, mostras, críticas de portfólios, filmes e debates em torno das artes visuais, evento este que permaneceu ativo até 2009. Ainda em 2009 foi representado pela galeria de arte “Mali Villas-Boas” em São Paulo e a partir de 2011 passou a ser representado pela “Agora Gallery”, localizada no bairro do Chelsea em Nova York, permanecendo representado até setembro de 2014 . Desta parceria seguem exposições anuais na Agora Gallery, o que lhe deu visibilidade para exposições em cidades como Londres, Paris, Lisboa, Florença, Cannes, Milão, Nice, Mônaco, Naples e Barcelona, e constantes convites para mostras em diversas outras cidades.

 

Representado em Nice pela Galeria Monteoliveto, com participação em diversas Feiras de Arte em vários países.

 

Em seu percurso Fernando publicou quatro livros: “O Surrealismo e a Estética Fotográfica”, “Temporalis”,  “O Cinema e a Linguagem Fotográfica” e ''Querubins da Grota", rendendo-lhe constantes palestras sobre os respectivos temas em vários centros culturais, tendo como destaque a participação como palestrante no evento “O Surrealismo”, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) do Rio de Janeiro, evento patrocinado pelo governo francês.

 

Fernando Possui seus trabalhos publicados em diversas revistas internacionais e livros de arte e segue caminho constante na produção de imagens, atualmente voltadas a impressões em papel algodão com interferências diretas nas imagens com lápis pastel e tinta acrílica, levadas em seguida a interferências em computador, criando um universo paralelo ao que vivemos, transportando seus personagens a um mundo lúdico, para onde embarcamos juntos ao termos contato com suas imagens.

 

Prêmios:

 

Prêmio especial: NAPLES FOR CONTEMPORARY ART AWARD.

 

LATIN AMERICAN ART in MILAN, - Prêmio 2016

 

--

 

Fernando Braune was born in Nova Friburgo, state of Rio de Janeiro, in 1957. As a graduate in chemical engineering from the Federal University of Rio de Janeiro (UFRJ), he simultaneously began to attend numerous courses relating to art history, art critic and art philosophy. In 1983 he backpacked for 40 days with his photography equipment covering a large area of Brazil, having begun his journey at a fishing village in Cabo Frio (RJ), going up to the north of Piauí, traveling through all the interior of the northeastern states, visiting Minas Gerais and returning to Rio to open his first individual exhibition “Aqui Brasil” (Here Brazil), at the Art Center in Nova Friburgo.  From then on a cycle of generation of images emerged, which is continuously developing without interruption up to the present date. In 1999 he was selected by the “Seleção Nacional de Portfólios (FUNARTE) (National Portfolio Selection of the National Art Foundation of Brazil), where he took part in his first photographic installation, using materials such as threads, fabrics and organic materials worked with the photographic images, showing a clear poetic influence by the Bispo do Rosário and Edmilson.

 

There follow several photographic installations, always combining photographic impressions with fabrics and the use of several materials found in daily life, reconstructed in their new photographic settings.  In 2004 he was invited to act as curator of the event entitled “Olhares Fotográficos” (A Photographer’s View) at the Usina Cultural in Nova Friburgo, which convened renowned photographers and visual artists from all over the country for presentations, exhibitions, portfolio critics and debates over visual arts, which event remained active until 2009.  Still in 2009 the art gallery “Mali Villas-Boas” began to represent him in São Paulo until 2011 when the art gallery “Agora Gallery” in Chelsea (NY) took over representation, which lasted until September 2014. FroFrom this partnership sprung annual exhibitions at the Agora Gallery, which gave him visibility for exhibitions in cities such as London, Paris, Lisbon, Florence, Cannes, Milan, Nice, Monaco, Naples, Barcelona, Stockholm, as well as frequent invitations to show his work in other cities.

 

Represented by Monteoliveto Gallery in Nice, participated in several Art Fairs in different countries.

 

During this period Fernando published four books: “Surrealism and the Esthetic of Photography", “Temporalis”, “Cinema and the Language of Photography” and “Cherubs of Grota”, which in turn led to numerous talks on the respective subjects in several art and culture centers, including the participation as orator in the event “O Surrealismo”, at the prestigious Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) in Rio de Janeiro, which was sponsored by the French government.

 

Fernando’s work has been published in several international magazines and art books and he continues his journey in the production of images, currently focusing on impressions in cotton paper with direct interference on the images with pastels and acrylic paint, which are followed through via computer, creating a parallel universe to the one we live in, transporting his characters to a fun world to which we embark together when in contact with his images.

 

Awards:

 

Special Prize: NAPLES FOR CONTENPORARY ART AWARD

 

LATIN AMERICAN ART in MILAN - award 2016